Topo
Dibradoras

Dibradoras

Panini lança álbum de figurinhas da Copa do Mundo feminina

Renata Mendonça

2026-04-20T19:12:54

26/04/2019 12h54

Foto: dibradoras

Fabricante oficial dos álbuns da Copa do Mundo da Fifa, a Panini lançou nesta sexta-feira a edição do Mundial feminino deste ano na frança. Com as 24 seleções que disputam a Copa feminina e uma página especial dedicada também às 9 cidades sede, o álbum de figurinhas já está nas bancas de todo o país.

Colecionar figurinhas é uma prática comum de qualquer amante do futebol. Mas normalmente isso acaba ficando restrito às competições do futebol masculino. Recentemente, chamou a atenção a cartinha escrita por uma garotinha espanhola de 8 anos pedindo à Panini a fabricação do álbum do Campeonato Espanhol de futebol feminino. Apaixonada por futebol, ela já colecionava as figurinhas do torneio masculino, mas queria também ter a oportunidade de comprar um das jogadoras.

No caso da Copa do Mundo de futebol feminino, a fabricação do álbum não acontece em todos os países, mas o Brasil já recebe as edições das mulheres desde a Copa de 2015. Esta, portanto, é a terceira edição – e a terceira oportunidade – para colecionar as figurinhas delas e descobrir um pouco mais sobre o futebol feminino.

O álbum não terá apenas as figurinhas das jogadoras. A coleção traz outros conteúdos especiais sobre os estádios dos jogos, além de informações históricas e recordes sobre a Copa do Mundo, como por exemplo qual é a jogadora mais jovem a estrear em um Mundial, qual é o time com mais títulos, os vencedores das últimas 7 edições, etc.

Além disso, a edição de 2019 também traz homenagens e curiosidades sobre lendas do futebol que fizeram história entre as mulheres ao longo dos anos. Claro, Marta não poderia ficar de fora. A brasileira seis vezes melhor do mundo recebe uma homenagem especial no álbum também.

As bancas de jornal já estão com unidades do álbum disponíveis para venda. O valor é R$8,90 para o livro ilustrado com brochura e R$2,50 o envelope.

Sobre as autoras

Renata Mendonça é jornalista, são-paulina, e apaixonada por esporte desde que se conhece por gente. Foi em um ~dibre desses da vida que conseguiu unir trabalho e paixão sendo jornalista esportiva. Hoje, sua luta é para que mais mulheres consigam ocupar esse espaço. Angélica Souza é publicitária, de bem com a vida e tem um senso de humor que, na maioria das vezes, faz as pessoas rirem. Alucinada por futebol - daquelas que não pode ver uma bola que já sai chutando - sabe da importância e responsabilidade de ser uma mulher com essa paixão. Nas costas, gosta da 10, e no peito, o coração é verde e branco e bate lá na Turiassú. Roberta Nina é aquariana por essência, são-paulina por escolha e jornalista de formação. Tem por vocação dar voz às mulheres no esporte.

Sobre o blog

Futebol não é coisa de mulher. Rugby? Vocês não têm força para jogar... Lugar de mulher é na cozinha, não no campo, na quadra, na arquibancada. Já ouviu isso muitas vezes, né?! Mas o ~dibradoras surgiu para provar justamente o contrário. Mulher pode gostar, entender e praticar o esporte que quiser. E quem achar que não, a gente ~dibra ;)

Mais Dibradoras