Topo
Dibradoras

Dibradoras

Com goleada e golaços, Santos vence Colo Colo na Libertadores feminina

Renata Mendonça

20/11/2018 22h33

Foto: Pedro Ernesto Guerra / Santos FC

Campeão brasileiro em 2017 e atual campeão paulista, o Santos estreou nesta terça-feira em busca de mais uma conquista na Libertadores feminina. Último dos três times brasileiros a entrar em campo nesta primeira rodada, a equipe santista venceu o Colo Colo por 4 a 1 e largou na frente do grupo B da competição.

Foram cinco gols na partida, incluindo alguns golaços, como o de Brena, a meio-campista que fechou a goleada para as Sereias da Vila. Maria, Alanna e Sandrinha foram as responsáveis pelos outros três gols santistas. O Colo Colo, vice-campeão da Libertadores em 2017, diminuiu com Huenteo e até chegou a pressionar, mas não chegou perto de empatar.

Leia mais: Problemas de organização, calor e golaços: começou a Libertadores feminina

A partida foi bem movimentada, principalmente pela velocidade santista no ataque, usando e abusando dos dois lados do campo para infiltrar na defesa do time chileno. Em teoria, esse era o jogo mais difícil do grupo, por colocar frente à frente uma das melhores equipes do Brasil e um dos principais times do Chile, que inclusive chegou à competição com o status de vice-campeão do ano passado – o título foi perdido para o Corinthians/Audax nos pênaltis.

Desta vez, a técnica Emily optou por começar com Ketlen no ataque e deixou Rosana, titular durante todo o Brasileiro, no banco. A estratégia foi boa para acelerar o jogo e surpreender o adversário, o que aconteceu já no início do jogo, em uma jogadaça de Maria aos 15 minutos do primeiro tempo. Ela saiu em velocidade deixando toda a marcação para trás, driblou a goleira e fez o primeiro golaço do jogo.

Foto: Pedro Ernesto Guerra / Santos FC

O Santos seguiu pressionando, mesmo com a marcação adiantada do Colo Colo, que tentava deixar as adversárias acuadas. Foi então que finalmente o segundo gol saiu, aos 46 minutos do primeiro tempo, quando Brena fez fila na defesa do time chileno e parou na goleira – mas Alanna pegou o rebote para empurrar para o gol de cabeça.

O terceiro gol viria no primeiro minuto da etapa final, com mais uma bela – e rápida – chegada de Maria, que chutou na trave, e a bola sobrou para Sandrinha completar.

Foi aí que as Sereias da Vila diminuíram um pouco o ritmo e sentiram a pressão do Colo Colo. Ainda no início do segundo tempo, um passe errado de Maurine na área santista originou a jogada do gol da equipe chilena, que depois ainda pressionou mais tentando encostar no marcador. A goleira Michelle chegou a fazer boas defesas, e a própria Maurine salvou uma bola que era gol certo já nos minutos finais da partida.

O quarto tento santista, inclusive, também veio nos acréscimos com um golaço de Brena em um belo chute de fora da área.

Bicampeão da Libertadores em 2009 e 2010, o Santos largou bem na busca pelo tricampeonato na competição em que soma 17 vitórias em 18 jogos – a única derrota foi para o São José na semifinal em 2011.

"Muito feliz pela vitória. A gente chegou bem antes já para se adaptar ao clima, acho que isso ajudou. Agora temos que descansar porque tem aí mais quatro jogos por aí", disse Brena em entrevista à repórter Júlia Magalhães após a partida.

Um dos segredos para o Santos nesta preparação para a Libertadores foi a estratégia de chegar a Manaus quase 10 dias antes da estreia no torneio. Utilizando a estrutura do 3B, outro time local de futebol feminino, a equipe santista usou o período para se adaptar ao clima úmido e quente da capital amazonense e agora sente menos o desgaste durante os 90 minutos em campo.

"A gente tem que agradecer ao Santos, porque nem todas as equipes têm condições de fazer isso, de chegar antes. A gente conseguiu se adaptar ao clima, à umidade, entendemos a importância da hidratação. Fomos nos ambientando e durante a competição acho que vai melhorar. Foi uma boa estreia", afirmou Emily Lima, a treinadora santista.

"A gente sabia que esse era um jogo-chave, o Colo Colo foi finalista ano passado, então estudamos muito o time para conseguir vencer hoje", completou.

Com a vitória, o Santos lidera o grupo B do torneio e volta a campo no dia 23 de novembro contra o Deportivo Ita às 20h30 do horário local (22h30 de Brasília). O Iranduba também estreou com vitória na Libertadores e agora terá seu segundo jogo nesta quarta-feira diante do Cerro Porteño. Já o Audax, atual campeão, foi o único brasileiro derrotado na estreia e buscará a recuperação na próxima quinta.

Todos os jogos estão sendo transmitidos pelo Facebook da Conmebol.

Sobre as autoras

Renata Mendonça é jornalista, são-paulina, e apaixonada por esporte desde que se conhece por gente. Foi em um ~dibre desses da vida que conseguiu unir trabalho e paixão sendo jornalista esportiva. Hoje, sua luta é para que mais mulheres consigam ocupar esse espaço. Angélica Souza é publicitária, de bem com a vida e tem um senso de humor que, na maioria das vezes, faz as pessoas rirem. Alucinada por futebol - daquelas que não pode ver uma bola que já sai chutando - sabe da importância e responsabilidade de ser uma mulher com essa paixão. Nas costas, gosta da 10, e no peito, o coração é verde e branco e bate lá na Turiassú. Roberta Nina é aquariana por essência, são-paulina por escolha e jornalista de formação. Tem por vocação dar voz às mulheres no esporte.

Sobre o blog

Futebol não é coisa de mulher. Rugby? Vocês não têm força para jogar... Lugar de mulher é na cozinha, não no campo, na quadra, na arquibancada. Já ouviu isso muitas vezes, né?! Mas o ~dibradoras surgiu para provar justamente o contrário. Mulher pode gostar, entender e praticar o esporte que quiser. E quem achar que não, a gente ~dibra ;)

Mais Dibradoras