Topo
Dibradoras

Dibradoras

Jogadoras de Santos e São Paulo são maioria em convocação da sub-17

Roberta Nina

10/10/2019 07h00

(Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/ Santos FC)

Depois de quase um ano inativa, a seleção feminina sub-17 finalmente voltará a treinar visando competições futuras. Sob o comando da recém contratada Simone Jatobá, 14 nomes da lista de convocadas são de atletas do estado de São Paulo e mais da metade do grupo pertence apenas a dois times: São Paulo e Santos.

Durante 11 dias, entre 21 de outubro e 01 de novembro, as atletas se reunirão na Granja Comary para um período de observação sob o comando da comissão técnica, além de Simone, formada pela auxiliar Lindsay Camila, pela preparadora de goleiras, Maravilha e pelo preparador físico, Thiago Rezende.

Comissão da seleção feminina sub-17 (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

O objetivo é iniciar a preparação para o torneio sul-americano da categoria que será realizado no ano que vem, mas ainda sem data e local definido (provavelmente ainda no primeiro semestre de 2020).

Sub-17 SanSão

A reportagem apurou com exclusividade os nomes das jogadoras que atuam em São Paulo. São cinco jogadoras do Santos e outros cinco nomes do São Paulo entre as convocadas. Sabrina Galdino, Ana Beatriz de Araujo Carvalho, Laura Valverde Moreira, Analuyza Oliveira França e Luana Theodoro da Silva representam as Sereias da Vila.

E Stephanie Bianca Santos Noronha, Ana Clara Consani, Maria Eduarda Silveira, Giovanna de Souza Lemos e Isabelle Caroline Guimarães defendem o São Paulo. 

O time da capital paulista é, inclusive, finalista do Campeonato Brasileiro sub-18. O São Paulo eliminou o time da Vila Belmiro na semifinal do torneio e agora decide o título contra o Internacional. A primeira partida da decisão aconteceu nesta última quarta-feira (09) e as gaúchas venceram por 1×0. A decisão será no dia 17 de outubro, no Pacaembu, às 15h.

(Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/ Santos FC)

O time de base da Vila Belmiro é treinado por Ricardo Silva e tem alcançado bons resultados. O Santos investe no futebol feminino há um bom tempo e tem se preocupado também em desenvolver a base. O clube da Baixada Santista treina garotas a partir dos 13 anos de idade.

Do lado tricolor, tanto as atletas da base como o treinador Thiago Viana, foram importados do Centro Olímpico – famoso clube formador da capital paulista e que conta com o apoio da Prefeitura. De lá, saíram nomes como o de Yayá e Ary Borges, que já atuam como profissionais no time do Morumbi. Yayá tem 17 anos e já foi convocada pela treinadora Pia Sundhage para os primeiros amistosos da seleção principal sob o seu comando. 

Yayá treinando com a Seleção Brasileira Feminina de Futebol no CT do São Paulo FC (Foto: Mauro Horita)

Além das jogadoras dos clubes Santos e São Paulo, a lista de convocadas da seleção sub-17 tem duas atletas do Corinthians (Joyce e Kamile Vitória), Dorothy Nicoly do Palmeiras e Maria Eduarda do Centro Olímpico. 

A convocação da seleção sub-17 deverá ser anunciada pela CBF em breve.

Sobre as autoras

Renata Mendonça é jornalista, são-paulina, e apaixonada por esporte desde que se conhece por gente. Foi em um ~dibre desses da vida que conseguiu unir trabalho e paixão sendo jornalista esportiva. Hoje, sua luta é para que mais mulheres consigam ocupar esse espaço. Angélica Souza é publicitária, de bem com a vida e tem um senso de humor que, na maioria das vezes, faz as pessoas rirem. Alucinada por futebol - daquelas que não pode ver uma bola que já sai chutando - sabe da importância e responsabilidade de ser uma mulher com essa paixão. Nas costas, gosta da 10, e no peito, o coração é verde e branco e bate lá na Turiassú. Roberta Nina é aquariana por essência, são-paulina por escolha e jornalista de formação. Tem por vocação dar voz às mulheres no esporte.

Sobre o blog

Futebol não é coisa de mulher. Rugby? Vocês não têm força para jogar... Lugar de mulher é na cozinha, não no campo, na quadra, na arquibancada. Já ouviu isso muitas vezes, né?! Mas o ~dibradoras surgiu para provar justamente o contrário. Mulher pode gostar, entender e praticar o esporte que quiser. E quem achar que não, a gente ~dibra ;)

Mais Dibradoras