Topo
Dibradoras

Dibradoras

Cruzeiro bate Grêmio e espera Palmeiras ou São Paulo na final do Brasileiro

Renata Mendonça

03/08/2019 21h31

Foto: Divulgação Cruzeiro

O Cruzeiro é o primeiro time a garantir vaga na final da série A2 do Brasileiro feminino. Enfrentando o Grêmio na semifinal, a equipe mineira já havia vencido o primeiro jogo em Gravataí-RS na semana passada por 2 a 1 e, neste sábado, assegurou a classificação com uma vitória por 2 a 0 com gols de Duda e Miriã.

O jogo foi bastante equilibrado no primeiro tempo, com algumas chegadas gremistas – especialmente na bola parada – e com o Cruzeiro tentando pressionar também para ampliar sua vantagem. Mas a definição da partida começou a acontecer quando uma confusão antes da saída para o intervalo acabou gerando a expulsão da capitã e artilheira do Grêmio, Karina.

Com uma a menos, ficou mais difícil para o time gaúcho segurar a pressão da equipe da casa, que ainda contava com um apoio grande da torcida na arquibancada. A insistência cruzeirense deu certo com um pênalti marcado para as mineiras logo nos primeiros minutos do segundo tempo. Duda bateu e acabou parando na defesa da goleira gremista, mas no escanteio, a mesma camisa 10 se redimiu e abriu o placar com um gol de cabeça.

Aos nove minutos, Miriã ampliou o marcador e aí ficou impossível para o Grêmio buscar. No agregado, o Cruzeiro fez 4 a 1 e eliminou o Grêmio na semifinal da A2. Os dois times já estavam garantidos na primeira divisão do Brasileiro feminino em 2020, já que são quatro as equipes classificadas (todos os semifinalistas).

Já comum com a equipe masculina, a saudação viking da torcida do Cruzeiro também virou tradição na equipe feminina e, após o apito final, as jogadoras cruzeirenses celebraram demais com a arquibancada fazendo o mesmo gesto.

 

Com mais essa vitória, o Cruzeiro confirma uma campanha quase perfeita na segunda divisão. O time perdeu apenas uma vez para o Taubaté, ainda na fase de grupos. Depois somou vitórias sobre o Pinheirense, Ceará e agora Grêmio – são 10 vitórias em 11 jogos.

Os jogos do Cruzeiro no Brasileiro feminino têm sido no Estádio das Alterosas, no Sesc Venda Nova, em Belo Horizonte, e é lá que o clube deverá mandar a final contra Palmeiras ou São Paulo – nos dois casos, pela campanha, o Cruzeiro fará o primeiro jogo em casa e decidirá o título com o mando do adversário – as datas ainda não estão definidas.

A equipe tricolor paulista saiu na frente no primeiro jogo vencendo o Palmeiras por 1 a 0 no Pacaembu. A volta acontecerá no próximo dia 11 de agosto, às 14h, em Vinhedo, com transmissão da Band.

Sobre as autoras

Renata Mendonça é jornalista, são-paulina, e apaixonada por esporte desde que se conhece por gente. Foi em um ~dibre desses da vida que conseguiu unir trabalho e paixão sendo jornalista esportiva. Hoje, sua luta é para que mais mulheres consigam ocupar esse espaço. Angélica Souza é publicitária, de bem com a vida e tem um senso de humor que, na maioria das vezes, faz as pessoas rirem. Alucinada por futebol - daquelas que não pode ver uma bola que já sai chutando - sabe da importância e responsabilidade de ser uma mulher com essa paixão. Nas costas, gosta da 10, e no peito, o coração é verde e branco e bate lá na Turiassú. Roberta Nina é aquariana por essência, são-paulina por escolha e jornalista de formação. Tem por vocação dar voz às mulheres no esporte.

Sobre o blog

Futebol não é coisa de mulher. Rugby? Vocês não têm força para jogar... Lugar de mulher é na cozinha, não no campo, na quadra, na arquibancada. Já ouviu isso muitas vezes, né?! Mas o ~dibradoras surgiu para provar justamente o contrário. Mulher pode gostar, entender e praticar o esporte que quiser. E quem achar que não, a gente ~dibra ;)

Mais Dibradoras